Buscar
  • Juliana Bertoletti

O impacto psicológico da obesidade infantil

A obesidade infantil se desenvolve tanto pelos aspectos comportamentais quanto pelos aspectos genéticos. A dinâmica familiar e os hábitos alimentares têm grande influência sobre o peso das crianças.


Embora não seja uma regra, é possível identificar algumas características comuns em crianças obesas, como:


- angústia de separação - insegurança - baixa autoestima - medos

- estresse, desânimo, apatia e ansiedade.

Em um estudo que realizamos com crianças entre 8 e 12 anos de idade com obesidade no Instituto de Cardiologia de Porto Alegre - RS, 46% da amostra apresentou sinais indicativos de estresse, avaliado com uma escala de estresse infantil. Entre as crianças com sinais de estresse, mais da metade delas eram meninas.


É importante que os pais estejam atentos e ofereçam a estrutura e o apoio emocional necessário para a criança obesa nessa fase do desenvolvimento, em que o processo de socialização e integração na vida escolar pode ficar prejudicado.


Fonte: Bertoletti & Garcia-Santos. Avaliação do estresse na obesidade infantil .Revista PSICO, PUCRS.


4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo